Anúncios do PlayStation 5 - O que ficar de olho?

June 14, 2020

Temperado com

Uma das coisas mais comuns toda E3 é o fato de que qualquer coisa anunciada no palco em vídeo nunca reflete de fato na realidade. Sejam os gráficos, data de lançamento ou a real disponibilidade em outras plataformas. As informações são sempre incompletas e não foi diferente com os anúncios do PS5. Portanto, decidi criar uma lista dos itens que me chamaram a atenção e que vamos tentar acompanhar de perto para obter as informações corretas e criticar quando chegar a hora.

 

Sinta-se a vontade para me perguntar sobre os outros jogos que apareceram no evento Future of Gaming e que não estão listados aqui, mas posso adiantar que se não foi incluído aqui é porque não era interessante o suficiente.

 

Spider-Man: Miles Morales

 

Claro que todos ficaram empolgando achando que era uma continuação, depois descobrimos que era um remaster, depois que era uma expansão, depois que não era nenhum desses e depois que era TODOS esses. Enfim, o jogo é uma expansão standalone com qualidade visual melhorada já que vai ser lançado em teoria "apenas" no PS5.

 

Bugsnax

 

Proposta bizarra e chamativa, é uma aventura em primeira pessoa num mundo habitado por criaturas meio comida e meio insetos e o fim do trailer foi bem intrigante. O jogo vai sair no PS4 e na Epic Games Store também.

 

Demon's Souls

 

Mais de uma década depois, finalmente teremos um relançamento (na forma de remake) do clássico Demon's Souls que deu início a jornada popular da série Souls. Puristas vão dizer que esse é o melhor jogo da série por ser o mais difícil, como se frustração, tentativa e erro fossem sinônimos de qualidade. De qualquer forma, vamos ficar de olho, afinal o port do Dark Souls original foi uma tristeza e Sekiro também foi lançado com falhas.

 

Destruction AllStars

 

É um Destruction Derby com Rocket League e a possibilidade de sair do veículo. A proposta é interessante e vale ficar no aguardado, talvez fique entendiante depois de algumas partidas assim com o Roller Champions da Ubisoft.

 

Ghostwire: Tokyo

 

Definitivamente a apresentação na última E3 colocou a diretora criativa Ikumi Nakamura no holofote das outras desenvolvedoras e rapidamente ela deixou da Bethesda, muitos ficaram decepcionados com qual seria o rumo de Ghostwire: Tokyo, o qual a própria diretora disse que considerava um filho. Um jogo de ação em primeira pessoa que parece promissor com sua premissa de que 99% da população de Tokyo desaparece do nada e um surto de atividade paranormal toma o lugar.

 

Goodbye Volcano High

 

Uma aventura cinemática queer protagonizada por dinossauros antropomórficos membros da banda VVorm Drama e no seu último ano do ensino médio. O jogo vai abordar o típico drama adolescente, mas com uma apresentação bem inusitada. O título do jogo é muito bom por sinal!

 

Hitman III

 

Então, pode para tudo que chegou o fim da trilogia Hitman e de todos os jogos desta lista, esse é com certeza uma que vamos mostrar no canal em sua plenitude. O lançamento está previsto para janeiro.

 

Horizon: Forbidden West

 

Confesso que Horizon Zero Dawn é um jogo bonito visualmente, mas que assim como muitas experiências em mundo aberto consegue ser facilmente entediante. Espero que a continuação dê um passo maior com o trailer parece demonstrar, a diversidade de biomas pode ser um fator importante, mas é a forma como a história vai ser contada e a qualidade da jogabilidade que importam.

 

Kena: Bridge of the Spirits

 

Confesso que o mais atraente do jogo até agora é o visual. Alguns aspectos da jogabilidade parecem interessantes a primeira vista, mas vamos precisar de mais demonstrações para saber ao certo.

 

Little Devil Inside

 

Assim como o jogo anterior, o visual é o que mais atrai. Uma aventura com elementos de sobrevivência, vai ficar no nosso radar para referência futura.

 

Oddworld: Soulstorm

 

Mais uma trilogia que chega ao fim. Fico feliz em ver que o criador de Oddworld conseguiu finalmente ter a tecnologia necessária para fazer o jogo que ele queria. Recomendo assistirem o documentário da série War Stories do canal Ars Technica para saber mais.

 

Stray

 

Originalmente Project_HK, a ideia do jogo surgiu uns 5 anos atrás de um GIF, mas em 2016 a Annapurna Interactive decidiu contatar a equipe e dar uma chance na produção real do jogo. Como a distribuidora se especializa em experiências narrativas não vamos esperar menos do que isso com Stray. Nele você joga com um gato em um mundo habitado por robôs.


 

 

Please reload

Publicações em Destaque

É impressionante como o desafio trouxe participantes de todos os tipos e plataformas. E agora vamos compilar alguns dos feitos até então.  Volte aqui...

Progressos do Desafio 50 Jogos

February 12, 2020

1/9
Please reload

Publicações Recentes